Fred Zero Quatro, vocalista da banda Mundo Livre S/A, realizou nesta segunda-feira (13) uma bateria de entrevistas nas rádios do sul do país, uma parceria com a DG Agency.

Um dos percursores do mangue beat, Fred esteve conversando com diversos radialistas do Rio Grande do Sul e Paraná, sobre o último lançamento da banda “Baile dos Infectados”; além disso, o artista falou sobre os diversos anos de estrada, a história da Mundo Livre S/A e o cenário atual brasileiro.

Considerada uma das bandas mais inventivas do Brasil, o Mundo Livre S/A está preparando um novo álbum que será lançado ainda em 2021. “O disco mais ‘mangue’ de toda a carreira”, segundo a própria banda. Na próxima sexta, 9 de julho, eles lançam o primeiro single, “Baile Infectado”. Foi a primeira vez que compuseram um arranjo de forma coletiva, mas remota, e aproveitaram para falar sobre o momento que estamos passando.

O vocalista Fred Zero Quatro conta como foi. “Já tínhamos essa base antes da pandemia. Quando veio o convite para gravarmos, pensamos em escrever uma letra sobre a crise sanitária apavorante que estamos vivendo somada à gestão genocida da pandemia no Brasil. A ideia era fazer uma metáfora dessa situação em que o disco foi gerado.

Embora alguns governantes estivessem tentando garantir um distanciamento social para que o vírus não se alastrasse, você via todo todo tipo de festa clandestina e aglomeração acontecendo em todas as classes sociais”.

Num primeiro momento o título da música seria “Baile do Covid”, mas como 25 anos atrás o Mundo Livre S/A compôs “Baile Perfumado” para o filme homônimo, resolveram mudar para “Baile Infectado”. Produzido por Fred Zero Quatro, P3dr0 Dinis e Léo D, o single chegará às plataformas de música através do selo Estelita.